Albufeiras - Algarve - Portugal26Linha Preta 2 cropped► Albufeira

Albufeira é uma cidade portuguesa pertencente ao Distrito de Faro, região e sub-região do Algarve, com cerca de 20 000 habitantes.[1]

É sede de um município com 140,66 km² de área[2] e 40 828 habitantes (2011),[3] [4] subdividido em 4 freguesias.[5] O município é limitado a oeste e noroeste pelo município de Silves, a nordeste e leste por Loulé e a sul tem uma ampla costa no Oceano Atlântico.

► Praia dos Pescadores

Praia dos Pescadores
A praia dos Pescadores é uma praia situada em Albufeira, Portugal.Situada na zona urbana, serve a lota e seus pescadores – é, por isso, normal encontrar todos os instrumentos necessários à faina espalhados pelo chão. A água é de boa qualidade e as infraestruturas têm melhorado nos últimos anos.[1]No verão a temperatura da água ronda os 22°C.É muito frequentada no verão por turistas de várias nacionalidades europeias, entre os quais britânicos. É habitual, na passagem de ano, que esta praia seja palco de concertos e festas.

Praia dos Pescadores

Localização Albufeira,  Portugal
Extensão da orla 5500m
Banhada por Oceano Atlântico
Faixa de areia sim
Praia dos Pescadores está localizado em: Portugal Continental

Praia dos Pescadores

Localização em Portugal Continental

– História –

A área atual do concelho de Albufeira encontra-se ocupada pelo homem pelo menos desde o ano 2000 a.C. Os Romanos deram-lhe a designação de Baltum, e os Árabes. que ocuparam em 716, denominaram-na Albuar ou Albuhera.[6]

O seu castelo, praticamente inexpugnável devido à sua posição estratégica, foi o último reduto árabe a cair nas mãos do rei Afonso III de Portugal, que assinalou a vitória com a prática de crueldades desnecessárias. Submetida Albufeira em 1249, logo em 1250 foi doada à ordem de Avis.

Findos os cinco séculos de presença árabe podemos falar de uma profunda alteração da realidade urbana e rural que ainda hoje constituem verdadeiro legado árabe. Foram os decisivos avanços nas técnicas agrícolas (nora, açudes, hortas, etc.) são por outro lado, as casas brancas com açoteias e as ruas tortuosas, para além de inúmeras influências linguísticas.

D. Manuel I outorgou-lhe foral novo a 20 de Agosto de 1504. Albufeira ficou quase totalmente destruída pelo terramoto de 1 de Novembro de 1755: uma grande onda submergiu totalmente a parte baixa da vila, onde ficaram em pé 27 casas e essas prestes a ruir, quando o mar se retirou os sobreviventes acorreram à igreja, localizada perto da vila, um novo abalo, porém fez ruir a vasta nave que sepultou sob os seus escombros os seus 227 ocupantes. Uma nova calamidade ocorreu em Albufeira, no século XIX, devido à maldade humana, na ocasião das lutas liberais a guerrilha miguelista do Remexido cercou os militantes da guerrilha libral refugiados nesta vila à qual foi posto impiedoso cerco que culminou com incêndio devastador e a morte, a 27 de Julho de 1833, de 174 membros da população de todas as idades e condições sociais.

A partir da década de 1960, Albufeira tornou-se numa grande estância turística de renome internacional. A localidade foi elevada a cidade através de lei de 23 de Agosto de 1986.

Coordenadas 37° 5′ 12″ N 8° 15′ O
Fonte: Wikipédia

Confira nossas fotos:

Linha Preta 2 croppedVoltar a página anterior