* Jardin de Luxembourg *

jardin de luxembourgLinha Preta 2 croppedJardim do Luxemburgo ou Jardin du Luxembourg é o maior parque público da cidade de Paris com mais de 224 mil m², localizado no 6º arrondissement. O Jardim do Luxemburgo atualmente pertence ao Senado da França, que está sediado no famoso Palácio do Luxemburgo.

O jardim possui um enorme parterre decorado com uma coleção exuberante de estátuas e também com pequenos lagosdestinados ao lazer infantil. O jardim inclui também um pequeno teatro de fantoches, um pomar e um restaurante. Fica próximo ao Teatro Odéon.

Em 1611Maria de Médicis, viúva de Henrique IV, decidiu construir uma réplica do grandioso Palácio Pitti. Maria deu início à construção do novo palácio imediatamente e contratou Salomon de Brosse como arquiteto principal. No ano seguinte, Maria ordenou o plantio de 2 mil ulmeiros e contratou especialistas em jardinagem para recriar os jardins que ela conheceu quando criança em Florença.

Nos poucos dias de sol do outono, nos belos dias de primavera e verão, entre os turnos de trabalho, aulas ou passeios turísticos, os parisienses e visitantes optam por comprar refeições já preparadas e prontas a comer e degustam-nas no jardim, onde o podem admirar sob a luz.

Confira nossas fotos:

Linha Preta 2 cropped

Linha Preta 2 cropped* La Seine *

Rio senna

Linha Preta 2 croppedrio Sena (em francês: la Seine) é um rio do norte de França que banha a capitalParis e que desagua no Oceano Atlântico. Tem uma extensão de 776 km. Nasce a 470 metros de altitude, na Meseta de Langres, em Côte-d’Or. O seu curso tem uma orientação geral de sudeste a noroeste. Desagua no canal da Mancha, perto de Le Havre. A área da sua bacia hidrográfica é aproximadamente de 75 000 km². A fonte do Sena é propriedade da cidade de Paris desde 1864. Uma cova artificial foi construída um ano depois, para controlar a fonte principal. O entulho proveniente das demolições, assim como o transporte de materiais para construção, areia, pedra, cimento e concreto, além de terra de escavação, são produtos que navegam pelas águas do Sena. O carvão que abastece as usinas termoelétricas também é transportado por esse meio, para evitar congestionamento e poluição ambiental e sonora causada pelos caminhões, assim como o transporte de peças volumosas. O trigo, da famosa baguette francesa, também utiliza a hidrovia, pois os importantes moinhos estão localizados nas margens do Sena. O transporte turístico de passageiros pelo Sena é uma atividade tradicional em Paris, com seus famosos bateaux mouches, barcos moscas. O número de turistas na França supera os 80 milhões, e a grande maioria visita Paris. Como as principais atrações turísticas de Paris estão localizadas junto as margens do Rio Sena ou nas suas proximidades, de 200 a 500 metros, a Prefeitura de Paris está elaborando um projeto de interligação dos diversos trechos das margens do rio. Os principais afluentes do Sena são, desde a sua nascente:

Confira nossas fotos:

Linha Preta 2 cropped

Linha Preta 2 cropped* La Mairie de Paris *

Prefeitura de ParisLinha Preta 2 croppedHôtel de Ville, (em língua francesa significa “câmara municipal”) alberga as instituições do governo municipal de Paris.

O edifício fica na Praça do Município (Place de l’Hôtel-de-Ville, anteriormente chamada Place de Grève), no 4º arrondissement de Paris. Tem sido o edifício da sede municipal desde 1357. A sua arquitectura é da época renascentista, período em que sofreu uma grande remodelação por obra do arquitecto italiano Domenico da Cortona, dito Boccador. Foi ainda totalmente reconstruido depois de um incêndio em 1871, mantendo o aspecto original.

Encontra-se a norte da Torre Eiffel e é considerado um marco turístico tanto pelos franceses como pelos estrangeiros.

É utilizado para múltiplos propósitos: aloja a administração da cidade, é o local de trabalho e reuniões do presidente do município (desde 1977) e também serve para acolher grandes recepções. A Place de Grève, rebaptizada Place de l’Hôtel-de-Ville em 19 de Março de 1803, tornou-se num espaço reservado aos peões em 1982.

Paris teve diversas insurreções, e o Hôtel de Ville foi frequentemente ponto de reunião de insurgentes, amotinados e revolucionários. O Hôtel de Ville é um lugar cheio de história, tendo servido de palco a acontecimentos que vão de Étienne Marcel à Fronde, da revolução francesa aos dias revolucionários de 1830 e 1848, da Comuna de Paris à Libertação de Paris.

Confira nossas fotos:

Linha Preta 2 cropped

Linha Preta 2 cropped

Voltar a página anterior